segunda-feira, 6 de maio de 2013

Almas…

Há almas que nasceram separadas,
Mas que são gémeas, unas.
Não importa o quanto possa demorar,
Um dia vão se encontrar.
Não há barreira que as pare,
Não há grade que as separe.
Almas que se buscam,
Almas que se cruzam.
Almas livres...
Almas de vento...

Pedro Bernardo
01 Maio 2013

Sem comentários: