quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

És tu…

O dia chega ao fim,
O sol deita-se no horizonte e as sombras estendem-se.
Tudo se move mais lentamente, os sons tornam-se mais suaves.
O dia termina, a ansiedade do reencontro aumenta, a vontade de te ver…
Passo o dia sem te ver mas tu passas o dia comigo, fazes parte de mim.
O sabor do teu beijo de despedida é doce nos meus lábios.
O brilho dos teus olhos é a luz que me guia no reencontro.
És tu a razão, é tu que dás sentido a cada dia.
A promessa do teu abraço, o desejo do teu beijo.
São a força que me move…

Pedro Bernardo
17 Dezembro 2015

Sem comentários: